Estimulando a maturidade com “gameficação”

Posted on Posted in Cotidiano

Parcial da AnaliceQuem ficou sem ver o Nicolas durante um tempo percebeu o quanto ele amadureceu, seja no aspecto físico, quanto comportamental. É mais freqüente ter boas conversas com ele sem ser do seu “cartel de assuntos favoritos”. Claro que para isso acontecer é necessário que a pessoa “puxe-o para fora do seu mundinho particular”. E isso nem sempre acontece, por isso o amadurecimento é tão lento. Mas alguns fatores recentes me fizeram tomar uma atitude nova no cotidiano da casa e eu gostaria compartilhar com vocês.

Antes de mais nada, deixe-me contextualizar o momento em que estamos.

Na escola ele nunca teve um ano tão “sereno” como o atual. Claro que ele tem algumas notas vermelhas, mas são bem sazonais e até mesmo matemática (em que ele é avaliado pela média global das outras matérias) ele tirou a sua primeira nota azul por méritos próprios. Ou seja, ele estudou, fez a prova e tirou 5,2. Uma verdadeira festa!!

Ele tem participado mais das atividades em grupo da escola, e o seu relacionamento com os outros amiguinhos evoluem para conversas e brincadeiras de acordo com a personalidade de cada um. Nas festas e apresentações do calendário escolar ele mal dá atenção aos ensaios, como de costume, no entanto, surpreende fazendo a coreografia com perfeição, com direito à traquinagem de ficar SEMPRE na frente dos colegas para aparecer melhor nas filmagens! (safadeeeenho!!!)

Em casa o relacionamento com a irmã Analice tem surpreendido para uma cumplicidade fraternal incrível. É rotina brincarem exaustivamente no quarto deles depois do almoço até a hora de fazer a lição de casa. Imitações, vários bonecos(as) e brinquedos tomam o quarto com muitas gargalhadas e alegria. Essa relação tem sindo importante para ambos. Até mesmo algumas poucas brigas já rolaram, o que é bastante saudável, pois ensina os limites e a defesa em cada um de nós, mas sem agressões físicas, o que nunca foi o “tom” da nossa família.

Parcial do NicolasIntroduzindo a “Gameficação” na rotina das crianças

E foi nesse cenário positivo então que eu resolvi incluir no dia-a-dia uma competição aqui em casa. Eu e Cida conversamos bastante sobre algumas coisas que o Nicolas ainda não fazia e percebendo como ele estava menos reativo à situações novas, resolvemos criar o jogo “Criança também também precisa de metas“!

A ideia foi listar 10 coisas fundamentais para o Nicolas fazer no dia-a-dia dele em troca de um presente no dia das crianças. Para estimulá-lo a “entrar no jogo”, resolvemos incluir a Analice na gincana, uma vez que o Nicolas não tem muito bem definido na sua cabeça o conceito de “competição”, e a presença da irmã certamente o influenciaria! As tarefas são individuais em busca de amadurecimento dos dois. Não só o Nicolas tem sempre algo a evoluir, como a Analice também. Então foi “matar dois coelhos com uma cajadada só”!

A brincadeira foi tão bem aceita que é comum ouvi-los cobrando um ao outro: “Analice, o papai falou pra você fazer tal coisa…” ou então “Nick, esqueceu das metas que você tem que fazer é?”. Enfim, um barato! Claro que para ter sucesso nessa primeira empreitada eu e a Cida colocamos um conjunto de tarefas que requer esforço deles, mas não são ultra difíceis. Combinamos que se fizerem 7 das 10 tarefas o prêmio está garantido no dia das Crianças. A brincadeira está rolando à uma semana e na parcial de ontem a Analice conseguiu concluir 7 tarefas e o Nicolas 4,5. Foi muito legal ver a reação deles enquanto eu analisava o desempenho na folha que coloquei na geladeira. Estamos felizes com o resultado até agora e no dia das Crianças eu divulgo como finalizamos as metas.

Jogo "Criança também precisa de metas"
Jogo “Criança também precisa de metas” – folha pendurada na geladeira

 



Resultado da avaliação das metas de maturidade

 

2 thoughts on “Estimulando a maturidade com “gameficação”

  1. Parabén!Adorei sua idéia e iniciativa.Eu tinha pensado no quadro de metas com preimiação parao Davi,mas sua idéia é mais aprimorada e para mim isso foi ótimo,pois também tenho outra filha,prém mais velha que o Davi e vou incluí-la também adequando as metas e premio para sua faixa etária.Tenho certeza que nossos esultados serão surpeendentes.Sucesso Níkolas e parabéns pelos progressos até aqui.

  2. Vc e Cida são geniais, Cristiano! E a Analice é um presente divino pro Nick, hein? Que maravilha!
    Adorei a ideia, vou pensar na ideia de fazer uma coisa assim aqui para me ajudar com a preguiça de um certo quase adolescente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *