Para andar, é necessário dar o 1º passo

Posted on Posted in Cotidiano, Esperança, Família

O início de tudo na vida é meio complicado! Ainda mais quando se trata dos nossos filhos! Principalmente quando o filho em questão é ESPECIAL!

Hoje as coisas são mais tranqüilas. Enquanto escrevo aqui no blog que criei sobre o nosso filho. Ele está sentado no sofá brincando e conversando com os seus bonecos “Max Steel“. Inventando coisas e situações. Enquanto eu digito, a nossa outra filha, Analice está no quarto das crianças vendo um vídeo infantil e a minha esposa, Cida, assistindo um DVD traquilamente, sem as preocupações de antes.

Preocupações e incertezas que rondaram as nossas cabeças durante esses últimos seis anos. Atormentando, enlouquecendo cada segundo de nosso dia-à-dia.

Hoje, o nosso filho ainda não está totalmente “recuperado“, e as vezes penso que pode não haver “essa tal recuperação“, mas tenho certeza que haverá PAZ. Pois hoje temos esperança. Esperança esta nascida na fé e certeza que o Nicolas viverá bem junto do mundo. Apesar do preconceito, da ignorância, da hipocrisia, da falta de preparo e capacidade das pessoas que atravessam a vida dele e não percebem a riqueza de sua existência. A beleza do seu sorriso, da sua áurea, alma, do seu coração. Mas enfim, eu sou Pai. E pais tendem a exagerar. E o amor que sentimos pelo nosso filho é realmente exagerado!

Agora que tudo parece mais calmo e resolvido nas nossas cabeças, nasce esse blog. Que tem como objetivo divulgar o cotidiano, tratamentos e acontecimentos da vida de nosso filho. Vou postar tudo que eu puder para que um dia ele possa conhecer a sua história e veja o quanto ele é amado.

Esse blog visa também abrir a discussão sobre os tratamentos e problemas que nós Pais enfrentamos pelos nossos filhos. Esperamos ser e ter ombros amigos na alegria, angústia e emoção de qualquer Pai que se julgar na mesma condição que todos nós. Sejam bem-vindos!

One thought on “Para andar, é necessário dar o 1º passo

  1. Estou emocionada com seu depoimento … também tenho uma filha, hoje com quase 9 anos e infelizmente somente agora conseguimos o PAPEL com o CID F84 …. ainda uma incognita pra nós e ainda continuamos em busca de ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *