Enfim: os 7 Anos!

Posted on Posted in Cotidiano, Esperança, Família

Daqui há 2 domingos será o aniversário de 7 anos do Nick. E nesse ano cai junto do dia das Mães, o que o torna ainda mais especial, uma vez que ainda não tinha acontecido isso, pois, caso vocês não saibam o Nicolas nasceu na véspera do dia das mães em 2000.

A idade que o Nicolas vai fazer sempre me remete às inúmeras frases de todos os pediatras, terapeutas, físioterapeutas, enfermeiros e afins sempre nos disseram: “O homem aprende mais na infância do que em qualquer fase da vidade dele. Até os 7 anos todo ser humano recebe vários estímulos e aprende muito. A partir dessa idade diminui-se muito a quantidade de coisas novas que devemos aprender, daí por diante é apenas uma readaptação a tudo que aprendemos até então.”

Por conta disso, eu e Cida sempre nos cobramos muito em oferecer ao Nicolas o máximo de estímulos possíveis, uma vez que o tempo era curto e ele poderia ficar com um déficit grande. E desde que o Nicolas nasceu sempre corremos para levá-lo à todos os tipos de terapias e atividades físicas, socias e psicológicas possíveis.

Passado quase 7 anos e depois de muita água passando debaixo da ponte, fazemos uma avaliação do progresso desse Taurino criativo. Achamos que ele evolui de forma bem satisfatória. Não tanto quanto nós gostaríamos, mas acreditamos que tudo influencia para o crescimento de sua evolução: eu, Cida, os avós, primos, professoras, amigos, vizinhos, enfim; tudo que cerca o Nicolas influencia e colabora para o seu aprendizado. E hoje, depois de todo esse tempo, acreditamos que o Nicolas evoluiu bem, mesmo com toda a nossa ignorância, com a falta de apoio, com a falta de informação adequada, mas mesmo assim ele cresce e evolui. Há muito ainda por fazer, mas acima de qualquer coisa, acreditamos num Deus poderoso e sabedor de todas as coisas e mistérios da vida. Mas antes de tudo, acreditamos no próprio Nicolas. Temos fé que ele superou, supera e vai superar todas as dificuldade que o seu corpo e mente enfrentam diariamente. Uma forma bem legal de entendermos isso é assistindo dois filmes bem interessantes que falam da difuculdade dos pais em entender essa dificuldade:

O primeiro é o filme Shine, com Geoffrey Rush, que faz o papel de um grande pianista que por conta da pressão exercida pelo seu pai acaba surtando e vivendo num mundo muito particular.

DVD Shine

O segundo é o Meu pé Esquerdo, com Daniel Day Lewis, que interpreta a vida de uma grande pintor que nasceu com paralisia cerebral e só consegue usar com habilidade o seu pé esquerdo. Ambos os filmes mostram a dificuldade das família em entender as limitações dos seus filhos, mas acima de tudo com viver dignamente com tanta diferença e convivência da ignorância da sociedade. Vale assistir. nos ajudou muito.

Bem amigos, na semana do aniversário eu posto mais um artigo e deixo aqui um pedido à todos: queria agradecer as 527 visitas desse blog, porém é importante que todos que desejarem comentem os artigos, pois o blog foi criado para gerar discussão sobre técnicas, tratamentos, dúvidas e tudo que gira em torno do tema do que acontece com o meu filho. Portanto peço aos amigos para clicarem no link abaixo do artigo chamado coment e fazer o comentário, pois só assim iremos ter uma interatividade no blog.
Obrigado!! Abraços pessoal!

One thought on “Enfim: os 7 Anos!

  1. Eba! Nicolas é dos bons! Taurinos, teimosos mas de coração mole! rs Com Gábi senti que os 7 anos foram um divisor de águas, sempre tem uma certa história em torno dos 7, aguns misticos falam que nossas vidas são divididas em ciclos de 7… mas a verdade que há uma maturidade emocional e neurológica nessa fase da vida. Percebi que a partir do sétimo ano de vida (completou 8 em fevereiro) ele ficou mais atento, muita da sua agitação diminuiu, ficou “mais hominho” e passou a compreender e aprender melhor!! Desejo que esse aniversário seja um marco na vida do Nicolas, que desenvolva cada dia mais, aprenda coisas novas e seja feliz! abraços e feliz dia das mães!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *