declaracao-sindrome-de-asperger

Apenas um pedaço de papel

Posted on Posted in Conquistas

10 anos de idade,

pelo menos 3 na busca desse papel.

Antes tudo era tão escuro, tão assustador,

não havia ninguém que pudesse apontar uma direção.

Tudo era dúvida,

hipótese,

teste!

Quase 10 pediatras,

terapeutas, fisioterapeutas, psicoterapeutas, geneticistas, e nada!

Nenhuma linha, nenhuma esperança.

Hoje, passados 2 anos e meio de tratamento psicológico,

eis que surge a chance de conseguirmos o “nosso papel”! Um simples papel!

Nem tão simples assim, mas ainda sim um papel.

Penso em tudo que conversei,

todas as lágrimas,

em cada pergunta que me fizeram: “afinal, o que ele tem?”.

Um papel! Escrito à mão em poucos minutos! Sem a menor cerimônia!

Olho para ele e vejo quanto sofrimento para obtê-lo.

Quanto choro!

Mas aí me recobro à realidade pragmática e lembro do objetivo final: a orientação.

Palavra essa que é vestida de cores ainda não inventadas no consciente de nós pais!

A vida ainda não mudou depois disso!

O Nicolas continua o mesmo.

É frustrante, confesso… é só um pedaço de papel!

Sei que é preciso.

A escola precisa,

a família precisa,

a sociedade precisa!

Esse papel, de preço tão estimado, ganha função nas pequeninas mãos do meu filho.

Ele vira o verso dele. Repousa-o sobre a escrivaninha,

pega um giz de cera

e faz um lindo desenho, me faz sorrir e me diz:

“É pra você papai!”


Disclaimer:

Esse documento é apenas uma “declaração de hipótese de diagnóstico”.
Não é um laudo ainda! Mas acredito que o mesmo abrirá portas em breve! A importância do laudo na vida do Nicolas é fundamental no que remete ao convívio social, familiar e escolar.

A Declaração sugere que o Nicolas possui Síndrome de Asperger compatível com a nomenclatura médica internacional chamada CID, o código de doenças reconhecido no mundo todo. O Nicolas foi classificado como CID F84.5.

12 thoughts on “Apenas um pedaço de papel

  1. Um pai especial para um filho especial! A gente vai lendo o texto e se colocando no seu lugar. Sentindo um pouco do que você sente. Impossível não se emocionar. Quem acompanha sua luta fica sempre na torcida de que a próxima notícia seja de mais outra vitória! 🙂

  2. Infelizente os médicos no Brasil não estão preparado para fechar um diagnostico mais rapidamente… não conhecem sobre autismo e nem têm interesse. Não posso generalizar mas a maioria é assim. Que bom que você agora pode procurar seus direitos e ajudar o Nicolas. Parabéns.

  3. Imagino, o quanto vc tem lutado por isso. Tenho um filho de 13 anos e ñ tem diagnóstico, ñ consigo ajuda de médicos. Te parabenizo vc é mesmo um pai especial.

  4. Também tenho um filho com a síndrome, ele está com 13 anos, foi diagnosticado com 4 anos mais ou menos, não fique angustiado, pois Deus nós dá estas pérolas para que possamos nos fortalezer perante a vida. Com o tempo vais perceber que presente maravilhoso ele te deu.

  5. Parabéns pai do Nicolas!!!
    Bem vindo ao nosso time de campeões, pois é exatamente isso que somos; campeões e privilegiados.
    Meu filho só foi diagnosticado com quase 17 anos.
    Parabéns pelo texto, expressa a nossa realidade.
    E seja forte, pois, no decorrer das nossas vidas temos que lidar com discriminação e preconceito diariamente.
    Força amigo!!! Fiquem com DEUS!!!

  6. Estamos com o mesmo problema, o meu ja vai faze 9 anos e ainda não temos o laudo, moramos em cidade pequena (Mongagua SP) sem recursos médicos, e somos de baixa renda. Não achamos nada que possa nos ajudar, enquanto isso o Luis Miguel está na escola regular e no projeto de inclusão da prefeitura, porém laudo nada. Se tivesse recursos iria até a AMA de Santos, mas sem dinheiro para custear o transporte e as consultas, só esperando um milagre de DEUS.

  7. eu tambem tenho um filho que foi diagonosticado cid f84-nem si direito o que engloba todo conjunto dessa sindrome e nao sei as vezes como lidar com os fatos e acontecimentos,so Deus,minha fortaleza nesse momento.Força a todos e que Deus nos proteja e nos proteja a nos e as nossos filhos!!!

  8. SEI O QUE PASSA POIS ESTOU NUMA SITUAÇÃO PARECIDA CONSEGUI UMA DECLARAÇÃO E CONSEGUI UMA VAGA NA APAE mas tenho um relatorio pelo pisiquiatra dizendo (f84-cid x) e (f71-cidx) mas não entendo porque do x mas explica retardo mental moderado e transtorno invasivo do desenvolvimento (autista) estou meia pedida.

  9. Foi muito importante pra mim, ver esse texto tão emocionante, eu tenho dois filhos que ainda não tem diagnóstico, porém apresentam aspectro autista, médicos, psicólogos e terapeutas são quase inacessíveis ou inalcançáveis neste mometo, espero poder ter a mesma alegria, embora frustrante de ‘um pedaço de papel’.
    Deus os abençoe…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *